Por meio da parceria com a empresa norueguesa dRofus, companhia de Tecnologia da Informação especializada em engenharia e construção passa a fomentar o “I” do BIM no País

dRofus

Um grande projeto de construção civil, como é o caso de aeroportos, hospitais e metrôs, por exemplo, abrangem uma extensa quantidade de informações qualitativas e é preciso considerar a diversidade de requisitos e sistemas que normalmente existem entre os diferentes envolvidos no processo.

Pensando neste cenário, o Construtivo, companhia de Tecnologia da Informação especializada em engenharia e construção, traz para o Brasil a plataforma norueguesa dRofus, que tem como principal característica gerenciar a informação do BIM (Building Information Modeling) por todas as fases do empreendimento, do programa de necessidades até a operação.

Caracterizado como um Ambiente de Dados Comum para BIM, a plataforma se integra de forma dinâmica com programas de sistemas baseados no formato IFC, como o Revit, Archicad, Navisworks, Solibri, entre outros, para capturar os requisitos dos projetos, processar as informações e torná-las disponíveis para a equipe de desenvolvimento, que envolve clientes, contratados, consultores, engenheiros, arquitetos etc. O software permite a integração das informações dos modelos com sistemas de gestão empresarial e plataformas de facilities.

“A consistência, processamento e disponibilização dos dados pelo dRofus garante que o “I” do BIM seja colocado em prática, melhorando a geração de valor em empreendimentos de construção durante todo o seu ciclo de vida, que vai desde a concepção, o projeto, a construção até a manutenção”, explica o CEO do Construtivo, Marcus Granadeiro.

No Brasil, com a iniciativa de adoção do BIM nas obras de infraestrutura, que envolvem o poder público e as parcerias público-privadas, assim como as incorporadoras, que necessitam de governança, o dRofus atenderá as demandas específicas de informações de projetos. “Além disso, focaremos setores hospitalar e de aeroportos, aproveitando as referências mundiais do dRofus, como o aeroporto do México, que se tornou um ícone de projeto em BIM”, comenta Granadeiro.

Para o managing director da dRofus, David J. Patera, o Brasil é um país estratégico para a expansão dos negócios na América Latina. “Localizado no coração da América do Sul e sendo uma das maiores economias do mundo, o Brasil foi uma escolha natural para trazer o dRofus para o mercado sul-americano e com o Construtivo no comando teremos uma posição de destaque no continente”, finaliza o executivo.

Serviço:
Construtivo.com
(11) 3044-2520 / (51) 3012-5737
http://construtivo.com