Levantamento realizado pelo Buildings, portal especializado em pesquisa imobiliária sobre corporativos desde 2005, aponta que, de julho de 2013 a julho de 2014, devem ser entregues 114 edifícios de escritórios na cidade de São Paulo, totalizando 1.021.845 m² de área locável. O número representa aproximadamente 10% do estoque de edifícios empresariais da cidade, que somam hoje 11.588.497 m².

BuildingsMesmo levando em consideração um atraso médio de 6 meses por parte das incorporadoras para conclusão das obras, a previsão é que seja registrado um recorde de oferta de imóveis deste gênero no período de um ano, comparado com os últimos quatro anos.

Conforme dados do Buildings, em 2010 foram entregues 108.419 m²; em 2011 a soma foi de 279.559 m², com incremento em 2012 de 495.625 m² e em 2013 o registro foi de 677.900 m².

A pesquisa traz que entre julho e dezembro de 2013 foram entregues 24 prédios, perfazendo 255.742 m². Entre os empreendimentos de destaque estão o Morumbi Corporate – Diamont Tower e Golden; Torre Z; Vila Olímpia Corporate – Torre A e B e São Paulo Headquarters – Bloco 3. Juntos os edifícios somam 164.000 m²

Até junho deste ano, a previsão é que sejam entregues mais 90 edifícios – com um total de 766.103 m². Entre os principais estão: Berrini One; Casa das Caldeiras; Paddock III – Sede Odebrecht; Faria Lima 3500; Vera Cruz II; Helena 29 e Praça Faria Lima.

Sobre Buildings – Especializado em pesquisa imobiliária para corporativos desde 2005, o Buildings é o primeiro e único portal brasileiro focado em pesquisa imobiliária que desenvolve e mantém, de maneira independente, um completo banco de dados de imóveis comerciais e industriais das principais cidades do país, disponível em seu portal e nos sistemas CRE Tool para o mercado de escritório e industrial. São mais de 53 milhões de metros quadrados cadastrados e mais de 5.500 empreendimentos mapeados em todo o Brasil. Através das informações fornecidas pelo Buildings, as principais consultorias imobiliárias, incorporadores, construtoras e fundos de investimentos têm à disposição dados relevantes, como histórico de valores, vacância, atividade construtiva, absorção de novos espaços, tudo isso detalhado por microregiões, distritos e cidades, em edifícios e condomínios logísticos. Cada imóvel possui informações técnicas completas, além de uma ampla biblioteca com imagens, documentos e plantas que podem ser acessados de forma rápida e prática.| webBuildings