Documento do Inmetro estabelece os parâmetros para a certificação voluntária das instalações elétricas de baixa tensão

InmetroNo final de janeiro deste ano o Inmetro publicou a Portaria nº 51, que define os requisitos de Avaliação da Conformidade para Instalações Elétricas de Baixa Tensão. O documento, que é resultado de anos de trabalho de personalidades ligadas ao setor elétrico no Brasil, institui a certificação voluntária para este tipo de instalação.

Significa que a partir de agora será possível atestar, através de avaliação feita por um organismo de certificação acreditado pelo Inmetro, se a instalação elétrica de uma obra foi ou não bem executada e realizada conforme as orientações do projeto.

“Essa iniciativa é importante porque ela tem como foco principal a segurança. E quando se trabalha com materiais elétricos, a segurança sempre deve vir em primeiro lugar. Por isso apoiamos a Portaria nº 51 e torcemos para que ela, mesmo sendo de aplicação voluntária, seja amplamente adotada no mercado”, comenta Roberto Aimi, diretor da Tramontina Eletrik.

Vidas e edificações protegidas – A preocupação com a qualidade das instalações elétricas de baixa tensão não ocorre em vão. Segundo o Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo, problemas na instalação elétrica figuram entre as principais causas de incêndios no Brasil. E os riscos não se limitam às edificações, visto que eventos como os choques elétricos ainda são bastante comuns, causando lesões sérias nas pessoas e até mortes.

Uma pesquisa que acaba de ser divulgada pela Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel) confirma que a situação é grave. O levantamento revela que em 2013 os choques elétricos levaram a 765 ocorrências no País, sendo 592 mortes e 173 acidentes que geraram sérias sequelas às pessoas envolvidas. Também foram registrados 234 casos de curto circuito, sendo que 200 deles evoluíram para incêndios de diferentes proporções.

“Infelizmente, não existe hoje no Brasil uma cultura voltada para a segurança nas instalações elétricas, daí o grande número de acidentes envolvendo pessoas e construções. A expectativa é que, a partir da Portaria nº 51, esse quadro comece a mudar tanto em obras novas, quanto nas ampliações e reformas”, comenta Aimi.

Aplicação dos produtos – Além de priorizar a segurança, que está no foco central das atenções, a portaria nº 51 também favorece a aplicação correta dos produtos e soluções nas instalações de baixa tensão. E este aspecto é bem-visto por empresas como a Tramontina Eletrik, que se destacam por oferecer itens de qualidade e com certificação do Inmetro.

A Tramontina Eletrik tem sido reconhecida ao longo de sua história como uma companhia que oferece soluções de alto nível de qualidade e segurança. No entanto, os produtos apenas cumprem o seu papel quando são bem especificados e aplicados. Por isso a instalação correta é fundamental para se obter o melhor desempenho de cada equipamento.

“Não basta oferecermos ao mercado produtos certificados e com alto nível de qualidade. Para que eles cumpram seu papel é necessário que a aplicação seja bem-feita. E é essa lacuna que a portaria preenche ao estabelecer parâmetros para que a instalação seja executada em conformidade com a NBR 5410 – Instalações elétricas de baixa tensão”, ressalta Roberto Aimi.| webInmetrowebTramontinaEletrik