Plugues, tomadas e interruptores Tramontina atendem às normas de fabricação, garantem segurança às pessoas e instalações, e tornam os ambientes ainda mais bonitos

O correto funcionamento dos diversos produtos eletroeletrônicos utilizados em residências e escritórios exige plugues, tomadas e interruptores que garantam segurança às instalações e aos consumidores.

Antes da padronização, o consumidor se deparava com cerca de vinte tipos diferentes de plugues e tomadas. Com o novo padrão, os plugues passaram a ter dois ou três pinos redondos, e as tomadas, formato sextavado com três orifícios. “O novo formato reduz o risco de choques elétricos porque dificulta o contato do dedo com a corrente elétrica”, explica Roberto Aimi, diretor da Forjasul Eletrik, empresa de materiais elétricos da Tramontina.

Também conhecido como plugue de três pinos, o 2P+T deve ser utilizado em aparelhos que necessitam de aterramento, como ar-condicionado, refrigeradores e computadores, uma vez que o terceiro pino realiza a ligação com o fio terra, evitando que o consumidor sofra um choque elétrico ao ligar aparelhos que estejam em curto-circuito.

A Tramontina oferece os plugues da linha Priscus, fabricados de termoplástico de engenharia antichama e com pinos maciços de liga de cobre. Os modelos com dois pinos (2P) são comercializados nas cores azul, bege, branco, cinza, preto, verde e vermelho; e a versão com três pinos (2P + T) pode ser encontrada em branco e preto.

Outro cuidado é o de instalar tomadas com corrente elétrica adequada aos produtos que serão utilizados, evitando sobrecarga e aquecimento. Eletrodomésticos mais comuns, como televisores, rádios e computadores, consomem no máximo 10 ampères. Já as tomadas de 20A recebem os equipamentos que apresentam potências elevadas, como micro-ondas, aquecedor, condicionador de ar e máquina de lavar louça.

Mas é fundamental que todos os pontos de energia estejam previstos no projeto de instalação elétrica (conforme norma ABNT 5410), que dimensionará o sistema de energia – quadro de distribuição, dispositivos residuais, fios e cabos, conduítes, disjuntores, sistemas de proteção e tomadas – para que não haja sobrecargas ou curtos circuitos. “Toda instalação deve ser realizada por um profissional capacitado, desde o dimensionamento, de forma a evitar qualquer erro de instalação”, afirma Aimi.

Beleza na parede – Com objetivo de oferecer uma instalação simples e ágil, atendendo às atuais necessidades do mercado da construção civil, que demanda produtos de qualidade, a Tramontina aposta no conceito de modularidade para suas placas de tomadas e interruptores, e desenvolveu linhas para as mais diversas aplicações, sempre utilizando os mesmos módulos.

Ao todo são sete opções, que atendem todos os segmentos, seja residencial, comercial ou industrial. Giz, Liz e LizCor, que utilizam o prático sistema de suporte + placa, com simples encaixe por pressão, vêm se juntar à Lux2, à Lizflex, às tampas para caixas Plastibox e às tampas para Caixas de Derivação, e agora associam os módulos nas cores branco brilho e grafite, multiplicando as opções para harmonizar com todos os espaços e estéticas.

Além de tomadas e módulos para acionamento de luz, as placas Tramontina podem receber teclas para minuteria, campainha, variador de luminosidade, variador de ventilador, detector de presença, além de tomadas especiais para TV, telefone e computadores.| Tramontina