Refugiados terão curso de capacitação profissional promovido pela Universidade Futura do Pintor e Grupo Mulheres do Brasil

Futura

Até 28 de setembro, um grupo de 24 refugiados de diferentes nacionalidades, abrigados na cidade de São Paulo, terá aulas gratuitas de técnicas de pintura na Universidade Futura do Pintor. O projeto criado pela indústria Futura Tintas, nesta inciativa especial, conta com a parceria do Comitê Inserção de Refugiados do Grupo Mulheres do Brasil.

Iniciado em 17 de setembro, o processo de educação da Escola do Pintor visa oferecer uma nova perspectiva para pessoas que desejam iniciar na profissão. Durante dez dias, educadores técnicos vão ministrar aulas práticas e teóricas de especialização na profissão, em espaço de 1.800m2, no bairro do Belenzinho, em São Paulo. Leia+Mais→